Bastidores de Conto | Quando a dor alimenta a escrita

Na escrita, sou emoção. Cada conto que escrevo é um reflexo de mim, parcial ou escancarado. *estou sempre lá* Um tema recorrente na minha escrita – óbvio ou camuflado – é a perda. Vivi-a, desesperei-a nas entranhas. [Carrego a sua dor] Para a pessoa que perdi, escrevi uma despedida (somente …

Ser escritor é ter poder | Desafio de um Bastidor

Um escritor tem a capacidade de transformar a realidade. O escritor tem poder. Um escritor transforma a dor em recordações eternamente belas; as mágoas em camuflagens de sorrisos; a perda em adeus aconchegante; os sorrisos em força interior; os olhares dedicados em amor eternizado;… Mas não se iludam! Os escritores …