Bastidores de Conto | Quando a dor alimenta a escrita

Na escrita, sou emoção. Cada conto que escrevo é um reflexo de mim, parcial ou escancarado. *estou sempre lá* Um tema recorrente na minha escrita – óbvio ou camuflado – é a perda. Vivi-a, desesperei-a nas entranhas. [Carrego a sua dor] Para a pessoa que perdi, escrevi uma despedida (somente …

Poema | Deixa-te ficar em mim

Para um ser-escrevente, as emoções e sentires limiares – paixões, perdas, conquistas, amor, luto – são aliados. São matéria-prima da nossa arte. Escrevo com sentires na ponta dos dedos e, por vezes, na cegueira da emoção. Escrevo com profundidade, escrevo com entrega – escrevo consciente ou alheada minha *adorada* escrita-insana. …