Filmes ou séries televisivas não costumam despertar-me inspirações profundas. Posso absorver alguma característica de um personagem (como no Into the Wild), algum evento no enredo que me suscite interesse mas, no geral, não me revejo como escritora inspirada em filmes.

Acontece, no entanto, ser afectada pela profundidade ou beleza (como numa das minhas séries preferidas, Sense8) e guardar na memória o filme, com a mesma emoção que me despertou quando a vi.

É o caso do maravilhoso Sweet November (2001), com a dupla de actores Keanu Reaves e Charlize Theron.

Não posso falar do filme sem revelar conteúdo portanto, partilho o que me levou a escrever sobre ele aqui no recanto; o que me inspirou e me ligou (eternamente) a este filme: a personalidade determinada e inabalável dela, a dedicação que entrega ao seu objectivo de vida e a paixão desfiltrada com que vive a vida – à sua maneira, nos seus moldes e imune a críticas exteriores. Ele, apanhado de surpresa numa situação inusitada, que tenta com racionalidade (tudo o que ela não é) resistir à sua proposta.

Não posso deixar de falar do melhor amigo dela, um personagem incrível que, como ela, assume a vida como a deseja viver e, sem receios, é feliz no seu verdadeiro Eu – independentemente das barreiras *preconceitos* com que se depara.

Neste romance vive-se uma história intensa e lindíssima, individualmente e a dois, como casal. Juntos aprendem lições maravilhosas e, juntos, conhecem muito mais de si próprios.

Em apenas 1 mês (durante o Doce Novembro), a vida destas duas pessoas mudou radicalmente; em apenas 1 mês ele sentiu e viveu o que jamais tinha vivido em toda a sua vida. A vida dele mudou profundamente em apenas 1 mês – para sempre.

Sweet November é um filme que vejo, revejo e volto a ver. É um filme belo, sensitivo e profundamente tocante.

Quem já viu, concorda?


O meu livro de contos, disponível AQUI


Subscreva a Newsletter e receba um conto original. Clique aqui

Ser-escrevente, ser-viajante. Movida a música e cafeína. Inspirada por sensações, sentires e emoções (eternas e efémeras), amores e desamores.

Séries que me inspiram | Sweet November
Tagged on:

0 thoughts on “Séries que me inspiram | Sweet November

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: