Como escritor, uma das tuas ambições será alcançar sucesso. Mas ele não te vai cair no colo, será suado, conquistado com muito trabalho. A boa notícia que te venho dar hoje é que, fazendo o que fazes melhor – escrever -, terás um corta-mato para atingires os teus objectivos.

Como?, perguntas tu. Criando a tua plataforma de autor: é nela que está o seu potencial de vendas.

Plataforma de autor - o que é e porque precisas de ter uma. Bastidores da escrita

Cada autor terá a sua noção de “sucesso” mas vendas estão sempre incluídas nessa definição.

Excepção feita aos autores de renome – que um dia também foram iniciantes e passaram pela (auto)publicitação -, um autor nunca tem a sua visibilidade assegurada. Tem de ser ele próprio a conquistar o seu lugar, a angariar leitores. Seja em auto-publicação ou publicação tradicional, esta é a realidade. Ninguém garante o teu sucesso senão tu próprio.

A forma mais eficaz de potenciar a tua presença no mundo da publicação, independentemente do género que escreves, é através da tua plataforma de autor.

O que é uma plataforma de autor?

A plataforma de autor é o espaço onde marcas presença como marca  – leste bem: como autor, tu és uma marca. Ao encarares-te como tal, irás obter resultados mais positivos.

Apesar de poder ter elementos físicos, a plataforma de autor é maioritariamente virtual – é no blog/site e nas redes sociais que a vais alimentar.

A tua plataforma de autor não será apenas um local de publicidade aos teus livros, será muito mais: será onde vais angariar leitores; onde vais interagir com eles (sim, caro escritor-com-fobia-a-contacto-social: interacção é importante).

A plataforma de autor alimenta-se de interacção. Click To Tweet

Encara a tua plataforma de autor como uma ponte entre ti e os teus leitores.

Porque precisas de uma plataforma de autor?

Tens várias vantagens em criares uma plataforma de autor, não só como escritor que pretende ser reconhecido mas, também, porque te vai ajudar a crescer como escritor. Vamos explorar estas duas vertentes.

Plataforma de autor: o que é e porque tens de ter uma

Os benefícios da plataforma de autor

Promoção constante e direccionada

A tua presença virtual é a uma campanha constante de marketing à tua marca e aos teus livros.

Além disso, é uma acção direccionada e não generalizada: quem te segue no blog e redes sociais é porque tem interesse em ti. E, confiando no dizer que “a melhor publicidade é o passa-palavra”, sem investimento financeiro (a não ser que optes por publicidade paga), terás a tua plataforma de autor a trabalhar para ti.

Proximidade com os leitores

Ao teres presença no mundo virtual, os teus leitores terão oportunidade de acompanhar a tua actividade e o progresso da tua escrita.

Normalmente os leitores gostam de identificar a pessoa por detrás das histórias, dar rosto e humanidade aos autores. Não é por acaso que os de renome têm milhões de seguidores nas redes sociais.

Ao criares burburinho em redor do teu livro (já finalizado ou ainda em progresso), despertas curiosidade, estás a angariar compradores antes de o teres publicado!

Se investires, também, na tua plataforma de autor física (eventos presenciais), terás oportunidade de sentir de perto o carinho dos teus leitores, de ouvir o seu feedback, de sentires o reconhecimento da tua arte cara-a-cara.

Visibilidade para editoras

Através da tua plataforma de autor estás também visível aos profissionais na área da publicação – que valorizam a presença e o volume de seguidores dos autores, em particular os que ainda não têm nenhum livro publicado. Um autor iniciante é tido como investimento de risco para as editoras. Contudo, se tiveres evidências que tens fãs (equivalente a potenciais compradores), as tuas chances de publicação por via tradicional aumentam.

Possibilidade de aumentar a tua rede de contactos profissionais

Pela tua exposição irás conhecer – mesmo que “apenas” virtualmente – uma diversidade de profissionais no mundo da escrita: autores como tu (impossível desvalorizar a importância de uma comunidade), editores, agentes, especialistas de marketing, designers,…

Uma rede de contactos profissionais é uma mais valia, em particular se ponderares auto-publicação: podes solicitar recomendações, contratar os serviços dessa pessoa e, até, trocar serviços.

A plataforma de autor obriga-te a uma rotina de escrita

“Procrastinar” ou “bloqueio criativo” são expressões comuns para autores, fazem parte do nosso vocabulário corrente.

Enquanto autores podemos ceder à tentação de não escrever por um dia ou vários. Porém, tendo uma plataforma de autor, tens um compromisso externo: os teus seguidores aguardam novidades tuas.

Quer publiques um, dois ou três artigos por semana, esse é um compromisso que tens de honrar. Assim, mesmo que não te apeteça escrever, pelo teu público, pela relação que já criaste com eles (acredita que será um processo rápido), irás sair da letargia.

Quantas vezes não me sentei ao computador para escrever para o blog e, subitamente, tive uma ideia maravilhosa para o meu romance em desenvolvimento! Como escritores, sabemos que o que custa é o arranque – depois dele, ninguém nos segura.

Vais encontrar a tua tribo

Apesar de haver um certo misticismo em redor deste tema, há um fundo de verdade quando se diz que os escritores são seres solitários. *eu sou, e tu? *

Mesmo que não seja uma característica de personalidade, a actividade da escrita é algo que nos obriga ao isolamento; para que nos possamos transportar até ao nosso mundo ficcional e, aí, podermos estar frente-a-frente, sentir-a-sentir, com os nossos personagens.

Ser escritor é reunirmos algumas “particularidades” (não me alongo aqui…), nem todos os comuns-mortais nos compreendem. Quanto a ti não sei, mas eu não tropeço em escritores quando saio à rua. A minha plataforma de autor foi essencial para me aproximar de seres-escreventes que, ao lerem os meus devaneios me compreendem e, melhor ainda, empatizam! *É tão bom partilhar a loucura*

O que é uma Plataforma de Autor e porque deves criar, já!, a tua.

Quando criar a plataforma de autor?

Já!

Queres começar a ser notado o mais cedo possível, a tua voz é para começar a ser espalhada mundo fora o quanto antes.

O ideal é criares a tua plataforma de autor antes de teres publicado o teu livro mas qualquer altura é ideal para o fazeres – o importante é teres uma.

O que precisas para criar a tua plataforma de autor?

A tua plataforma de autor será desenhada à tua medida e é um recurso dinâmico, a ser construído passo-a-passo, com investimento a longo prazo. Assim, podes começar somente com os recursos que tens ao teu dispor ou, se preferires, arrancares com um elemento de cada vez, fazendo a plataforma crescer gradualmente.

O principal que deves ter é:

  • Objectivos delineados;
  • Desejo de ser publicado;
  • Motivação para alcançar objectivos;
  • Acesso à internet;
  • Conhecimentos de utilização de redes sociais.

O que não precisas para criar a tua plataforma de autor?

Muito simples:

  • Livros publicados;
  • Leitores.

O que compõe uma plataforma de autor?

A plataforma de autor será maioritariamente um espaço virtual, mas fica a nota que o espaço físico é composto por uma actividade pessoal com os teus leitores, como um clube de leitor, falares como convidado num evento (relacionado ou não com a tua escrita), um encontro numa biblioteca,…

Os elementos que compõem a tua plataforma de autor virtual são:

De maior relevância:

  1. Blog: este será o elemento-chave da tua plataforma de autor, todas as tuas acções e todos os elementos que a compõem terão esta direcção. O blog será a morada oficial da tua plataforma de autor.
  2. Lista de email
  3. Redes sociais: poderosas aliadas, as redes sociais desempenham um papel fundamental na tua plataforma de autor. Sendo bem geridas, potenciam a tua divulgação.

Não fundamentais mas com impacto positivo:

  1. Podcast
  2. Youtube

Como vês, a plataforma de autor não é nenhum bicho-papão, a principal tarefa que implica tu já dominas: escrever. Terás somente de ajustar o discurso e o formato. E seres tu próprio – apesar de ter dito para te considerares uma marca, será sempre a tua personalidade por detrás dela (mais sobre isto num artigo futuro).

Agora, faz o download do guia que criei para ti para começares a desenhar e a implementar a tua plataforma de autor!
ADD_THIS_TEXT


Vamos conversar

Este artigo é o primeiro da série Plataforma de Autor. Os artigos irão abordar, em detalhe e com dicas úteis, cada componente que a compõe.

Deixa nos comentários as tuas dúvidas ou preferências na temática!


 

 

Ser-escrevente, ser-viajante. Movida a música e cafeína. Inspirada por sensações, sentires e emoções (eternas e efémeras), amores e desamores.

7 Comments

  1. Não penso no autor como uma marca, embora nos dias de hoje fica bem claro que é a isso que se limita o autor. As pessoas que contato, querem respostas diretas. O livro quase sempre fica em segundo plano e a maioria tenciona a acreditar que um dos personagens no livro é o próprio autor e quando descobrem o contrário, em alguns casos, perdem o interesse. São os tempos modernos. Mas há autores que fogem de tudo isso ou simplesmente criam uma aura de mistério ao redor de si para se proteger e não ser a marca em questão.
    Conheço autores de todos os tipos e me divirto com que cada um constrói de si.
    bacio

    1. Não concordo que um autor se limita a uma marca mas que é, também, uma marca.
      Mas não associo a marca a ser o autor ‘a cara’ dos seus personagens, antes à imagem que ele cria em seu redor: a sua voz de escrita, as cores e logo do site, o estilo das capas dos livros,…
      Porém, como em tudo, se a marca for excelente mas o produto (livros) for mau…

      Bastidores da Escrita

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *