Bastidores de Conto | Quando a dor alimenta a escrita

Na escrita, sou emoção. Cada conto que escrevo é um reflexo de mim, parcial ou escancarado. *estou sempre lá* Um tema recorrente na minha escrita – óbvio ou camuflado – é a perda. Vivi-a, desesperei-a nas entranhas. [Carrego a sua dor] Para a pessoa que perdi, escrevi uma despedida (somente …

Ser Escritor | A minha voz de escritor

Música: o seu poder é imenso; inspira-me à escrita, retira-me de estados nostálgicos ou, em oposição, alimenta-os (por vezes precisamos estar neles, só um bocadinho), arranca-me de realidades monótonas, atira-me, que nem catapulta, para mundos irreais, fantasiados ou desejados. Música é parte de mim. Como partilhei (e desafiei) neste artigo, …